quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Lata adestrada - Atividade experimental sobre transformação de energia

Material
·         Lata pequena (pode ser uma lata ou embalagem plástica de achocolatado em pó de 200g ou uma lata de molho de tomate com tampa com tampa tipo “abre fácil”);
·         Elásticos;
·         Martelo;
·         Prego;
·         Parafuso grande com porca.



Montagem do Experimento
Roteiro e questões
Podemos “controlar” a transformação da energia?
·         Usando o martelo e um prego, fure as extremidades da lata bem no centro;
·         Amarre o parafuso, com a porca enroscada até a cabeça, no centro do elástico;
·         Em seguida fixe o elástico, de uma extremidade à outra da lata, usando os pregos para prendê-lo;
·         Agora é só lançar a sua latinha no chão, de maneira que esta role pela superfície mais lisa que encontrar.
Observe o movimento da lata e responda às seguintes questões:
1.      O que aconteceu? Como foi o movimento da lata?
2.      Por que esse experimento recebeu o nome de lata adestrada?
3.      Explique como isso acontece e o motivo de o movimento não ser permanente.

Comentários:
Este é um experimento feito com materiais reciclados e que os alunos podem encontrar facilmente em suas casas. Como é uma atividade de fácil execução, pode ser realizada em sala de aula ou extraclasse, tanto em grupos quanto individualmente.
Neste experimento é possível perceber que, ao lançar a lata, ela diminui a velocidade rapidamente até parar. O surpreendente é que, após o repouso instantâneo, a lata volta a entrar em movimento na direção de quem a lançou.
O nome lata adestrada advém de uma brincadeira de o aluno poder chamar a lata de volta para ele e esta obedecer ao seu mandado.
Neste experimento, temos energia potencial elástica sendo convertida em energia cinética e vice-versa; por isso, acontece o movimento de vaivém. Enquanto a lata rola pela superfície, a massa do parafuso faz o elástico se rolar e enrolar e armazenar energia elástica.


Confira nos vídeos abaixo a atividade realizada pelos alunos do Instituto Estadual de Educação Barão de Tramandaí:











Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...